domingo, 21 de fevereiro de 2010

Escrevo nas linhas da palma da minha mão

 Fotografia de stock: Woman holding palm up with writing (B&W)
Escrevo nas linhas da palma da minha mão
Realinhando a sina com novelas do coração.

Escrevo, reinvento, a estória da minha vida
Desde o presente, ofertado, até ao fim da linha, nunca anunciado.

Nestas linhas não se segue uma linha, uma corrente
A trajectória quase nunca é recta em toda a sua vertente.

Na encosta do monte da Lua…na palma da mão
Escrevo, reescrevo, mudo o alinhamento da direcção.

Alinho-me à linha do coração na curva da linha da vida
Como se a vida pudesse ser escolhida para depois ser vivida.

Escrevo-me porque não me pude escolher.

Haverá alguém que me escolha e me saiba ler?
Page copy protected against web site content infringement by Copyscape NOTA: A maioria das fotos publicadas aqui, no meu blogue, não são da minha autoria.

NÃO ABANDONE!!!

NÃO ABANDONE!!!